Busca avançada
Ano de início
Entree

A pedagogia da desconfiança. os meios e os agentes determinantes na associação das práticas de feitiçaria com a figura do Diabo, perceptível em meio ao universo cotidiano do Brasil setecentista

Processo: 98/00114-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 1998
Vigência (Término): 30 de setembro de 2000
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Leandro Karnal
Beneficiário:Evandro Domingues
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Feitiçaria   Inquisição

Resumo

Propõe-se um estudo da documentação gerada a partir da Visitação do tribunal do Santo Ofício ao Estado do Grão-Pará, entre 1763 e 1769, a fim de compreender a atuação dos mecanismos pedagógicos utilizados, em conjunto, pela Igreja Católica - o discurso dos sacerdotes católicos e o processo persecutório inquisitorial - para fazer prevalecer na mentalidade da sociedade a associação das tradições e crenças referentes a magia popular e o estereótipo da "bruxaria demoníaca", permitindo, assim, com que seus praticantes e os que a eles recorriam fossem encarados como "desviantes" e "heréticos", e então inseridos no mesmo processo persecutório protagonizado pelos Tribunais da Inquisição. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DOMINGUES, Evandro. A pedagogia da desconfiança : o estigma da heresia lançado sobre as praticas de feitiçaria colonial durante a Visitação do Santo Oficio ao Estado do Grão-Para (1763-1772). 2001. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.