Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da produção de ácido cítrico por Candida lipolytica y 1095 visando a minimização de ácido isocítrico

Processo: 98/06854-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 1998
Vigência (Término): 31 de julho de 2000
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Maria Isabel Rodrigues
Beneficiário:Luciano Armiliato
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ácido cítrico   Planejamento de experimentos

Resumo

O ácido cítrico (ácido 2 hidroxi propeno 1,2,3 tricarboxílico) é o principal constituinte das frutas cítricas. Com o emprego da microbiologia foi possível obter esse ácido por fermentação, reduzindo-se o custo de obtenção e possibilitando um grande aumento do uso em escala industrial, diferenciando-se de outros produtos que previamente foram elaborados por métodos microbiológicos e atualmente se produzem por via química. Atualmente o ácido é o mais importante ácido orgânico produzido por via microbiana. Sozinho, ele representa cerca de 60% do mercado de acidulantes nas indústrias de alimentos. Umas das características do ácido cítrico é o seu preço bastante elevado. Isso se deve ao fato de que em sua obtenção se utilize Aspergillus niger, um fungo que tem um tempo de fermentação muito grande, geralmente maior do que sete dias. Uma alternativa a esse método de produção é a utilização de leveduras em lugar dos fungos, o que tornaria o processo fermentativo mais atrativo economicamente devido às maiores facilidades operacionais (processo contínuo e com reciclo de células, por exemplo). Recentemente verificou-se que leveduras do gênero Candida têm uma taxa de produção de ácido cítrico semelhante aos fungos. A maior desvantagem da levedura é a produção simultânea de ácido isocítrico, um produto sem nenhum valor comercial. Portanto, um desafio é estudar as condições operacionais e de meio de cultura que levem à minimização da produção de ácido isocítrico e à maximização da produção de ácido cítrico. Através de revisão bibliográfica, verificou-se que não há nenhum estudo sistemático usando a técnica de planejamento experimental e análise de superfície de resposta para otimização da produção de ácido cítrico em níveis de rendimento e produtividade para Candida lipolytica Y 1095, melhor espécie produtora relatada na literatura, e que será utilizada neste trabalho. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ARMILIATO, Luciano. Estudo da produção de acido citrico por Candida lipolytica NRRL Y 1095. 2000. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Engenharia de Alimentos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.