Busca avançada
Ano de início
Entree

Fracionamento de metais pesados em latossolos sucessivamente tratados com lodo de esgoto e sua disponibilidade a plantas de cana-de-açúcar

Processo: 98/00433-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 1998
Vigência (Término): 30 de abril de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Maria Emilia Mattiazzo-Prezotto
Beneficiário:Edna Ivani Bertoncini
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Cana-de-açúcar   Fracionamento químico   Latossolos   Metais pesados   Lodo de esgoto   Crescimento vegetal

Resumo

Este estudo é a continuação do projeto intitulado "Comportamento e biodisponibilidade de metais pesados em solos repetidamente tratados com lodo de esgoto" (Processo nº 96/31.62-4). O experimento foi montado a céu aberto, em caixas de amianto com capacidade para 500 L, utilizando-se dois latossolos com diferentes teores de argila e óxidos de ferro. O lodo de esgoto adicionado a estes solos foi obtido da ETE/Barueri/SABESP/SP, sendo digerido anaerobicamente e tratado com Ca(OH)2 e FeCl3, no tratamento terciário. A cada dois meses era realizada uma incorporação de lodo de esgoto aos solos. A primeira aplicação foi correspondente a 72 t ha-1 de lodo (Novembro/96), a segunda aplicação foi de 75,3 t há-1 (Fevereiro/97), a terceira de 77,4 t há-1 (Abril/97), a quarta aplicação de 67,0 t há-1 (Junho/97) e a quinta aplicação foi correspondente a 70,0 t há-1(Agosto/97), totalizando a incorporação de quantidade correspondente a 361,7 t há-1 do resíduo (base seca). Pretende-se no atual estudo realizar o fracionamento dos metais pesados após 1 ano e meio de incorporações sucessivas de lodo, para verificar qual o destino dos diferentes metais adicionados a estes dois solos. Também será realizado o fracionamento do material orgânico presente para quantificação dos ácidos húmicos, fúlvicos e huminas, visto que a matéria orgânica tem um papel primordial na retenção de alguns metais, particularmente o Cu. Em Março/98 será realizado o plantio de cana-de-açúcar nestas caixas, e será verificado o comportamento das plantas nos solos tratados com lodo, através de medições do crescimento das plantas, determinações de teores de metais nas folhas, produção de colmos e de matéria seca, além de determinação de metais no caldo da cana. Com este estudo pretende-se fornecer mais subsídios quanto ao uso do lodo de esgoto na cultura da cana-de-açúcar, que abrange extensas áreas cultivadas no Estado de São Paulo. (AU)