Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da influência da microestrutura sobre a resistência ao desgaste por cavitação de aços inoxidáveis

Processo: 97/12512-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 1998
Vigência (Término): 30 de abril de 2002
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Amilton Sinatora
Beneficiário:Marcio Gustavo Di Vernieri Cuppari
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Aço inoxidável   Cavitação   Desgaste dos materiais

Resumo

A cavitação é um dos mais sérios problemas de desgaste em instalações e equipamentos hidráulicos. Os gastos para reparação dos danos causados são altos e deve-se considerar as perdas na produção que podem resultar devido às paralisações para manutenção. Portanto é desejável do ponto de vista econômico, o desenvolvimento de ligas que apresentem uma boa resistência à cavitação. A resistência à cavitação de um material está ligada à sua microestrutura. A resposta desta frente à solicitação imposta pelo desgaste é o fator determinante para um bom desempenho. Portanto, é preciso que se entenda de maneira mais completa a interação entre microestrutura/desgaste. O objetivo do presente Projeto é o estudo da influência da microestrutura de ligas fundidas inoxidáveis ao desgaste por cavitação, mediante modificação da composição de um aço inoxidável duplex. Será feita a comparação da resistência ao desgaste destes aços com os aços inoxidáveis AISI 316 e aço manganês tipo Hadfield. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CUPPARI‚ D.V.; SOUZA‚ RM; SINATORA‚ A. Effect of hard second phase on cavitation erosion of Fe-Cr-Ni-C alloys. WEAR, v. 258, n. 1, p. 596-603, 2005.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.