Busca avançada
Ano de início
Entree

Brasília, da utopia à distopia

Processo: 00/00062-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2000
Vigência (Término): 31 de março de 2002
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Maria Ruth Amaral de Sampaio
Beneficiário:Maria da Silveira Lobo Nogueira Batista
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Brasília (DF)

Resumo

O presente projeto complementa o projeto de mestrado apresentado à Fapesp - processo nº 95/1761-5. A introdução apresenta os conceitos de utopia, de cidade-ideal e de distopia. O 1º capítulo da tese será dedicado, basicamente, ao desenvolvimentismo no contexto dos anos 50. O 2º capítulo tratará da tradição utópica na arquitetura e no urbanismo, no movimento moderno e sua relação com o Plano Piloto de lúcio Costa e a arquitetura de Niemeyer. Será também abordado o contexto cultural da época, sobretudo o projeto construtivo brasileiro nas artes plásticas. O 3º capítulo abordará o processo distópico de Brasília, as alterações do Plano Piloto, o adiamento do planejamento regional, o surgimento das cidades satélites, o caráter corporativista da capital, e, por último, a relação entre a desconstrução do projeto utópico e o movimento neo-concretista do final da década de 50. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BATISTA, Maria da Silveira Lobo Nogueira. Brasília, da utopia à distopia. 2002. 172 f. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.