Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo sobre a viabilidade do uso de edificações fotovoltaicas conectadas à rede elétrica convencional como forma complementar de geração de eletricidade

Processo: 97/12596-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 1998
Vigência (Término): 30 de abril de 2002
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Sistemas Elétricos de Potência
Pesquisador responsável:Roberto Zilles
Beneficiário:Sérgio Henrique Ferreira de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Eletrotécnica e Energia (IEE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:95/09242-7 - Programa para o desenvolvimento das aplicações da energia solar fotovoltaica, AP.JP
Assunto(s):Energia solar   Energia fotovoltaica   Geração de energia elétrica   Planejamento energético

Resumo

O trabalho de doutorado descrito neste texto será desenvolvido nas dependências do Instituto de Eletrotécnica e Energia da Universidade de São Paulo em paralelo aos trabalhos realizados no âmbito do programa para o desenvolvimento das aplicações da energia solar fotovoltaica; projeto FAPESP 95/09242-7. Serão avaliadas as possibilidades de inserção das edificações fotovoltaicas conectadas a rede elétrica convencional (EFCR) no contexto energético do estado. Para tal, serão considerados os aspectos técnicos, legais, sócio-econômicos e político- ambientais envolvidos na opção considerada. Com relação aos aspectos técnicos, embora muito se possa aproveitar da experiência de outros países, também se pode utilizar a experiência adquirida com a instalação e operação de um sistema conectado à rede elétrica nas dependências do Instituto de Eletrotécnica e Energia da Universidade de São Paulo (implantação contemplada no auxílio FAPESP 95/09242-7). Pretende-se ainda instalar um sistema conectado à rede em uma edificação já existente ou em construção. Assim, poderemos verificar, na prática, o comportamento de uma instalação com essas características. Sob o ponto de vista legal, pretende-se estabelecer uma normatização que regulamente a utilização, produção e venda da eletricidade foto-gerada. Para tal, é importante conhecer as características particulares do sistema energético brasileiro e conhecer a estrutura existente em países que têm experiência na utilização comercial e urbana da tecnologia fotovoltaica. A elaboração de cenários prospectivos tornará possível estudar as conseqüências da inserção de EFCR em uma cidade como São Paulo, cidade com alta densidade demográfica, alto consumo elétrico e grande disponibilidade de espaço em seus telhados. Essa analise será feita a partir dos aspectos sócio-econômicos e político-ambientais envolvidos na utilização da energia solar fotovoltaica. Dessa forma, poderemos avaliar os impactos da opção considerada no perfil de geração e consumo da cidade, proporcionando uma ferramenta a mais para realizar o gerenciamento da oferta nacional de eletricidade. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.