Busca avançada
Ano de início
Entree

Nova abordagem no estudo da farmacologia da bothropstoxina-I (Bothrops jararacussu)

Processo: 98/01676-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 1998
Vigência (Término): 30 de novembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia
Pesquisador responsável:Lea Rodrigues Simioni
Beneficiário:Yoko Oshima Franco
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

A ocorrência de mionecrose local, muitas vezes deixando graves seqüelas no acidente ofídico, tem despertado interesse no estudo de miotoxinas (OWNBY et al., 1976; CHINZEI, 1979; FABIANO & TU, 1981; HARRIS & MACDONELL, 1981; MEBS et al, 1983; GUTIERREZ et al, 1984, 1986; MEBS & SAMEJIMA, 1986), e em sua neutralização através do uso de anticorpos (OWNBY et al, 1983, 1986; MEBS, 1986; BOBER et al, 1987; LOMONTE et al, 1985; 1987). A Bothrops jararacussu, uma das mais temíveis serpentes do Brasil, sul da Bolívia, Paraguai e norte da Argentina, é uma serpente venenosa que pode atingir até 2,2 m de comprimento, sendo possível extrair até 1000 mg (peso seco) de seu veneno em uma única ocasião (MILANI JUNIOR et al, 1997). O fracionamento de seu veneno tem propiciado muitas pesquisas visando o esclarecimento de fenômenos fisiológicos e fisiopatológicos. No presente projeto, a bothropstoxina-I (B. jararacussu), será investigada quanto à sua neutralização pelo antiveneno específico anti-crotoxina (AntiCrTX), sob dois aspectos: grau de neutralização do efeito miotóxico (análise histológica) e neutralização do efeito letal do veneno bruto. Também será submetida a ensaios farmacológicos utilizando o íon metálico Mn2+ e drogas clássicas da farmacologia utilizadas no estudo da transmissão neuromuscular. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FRANCO, Yoko Oshima. Nova abordagem no estudo da farmacologia da bothropstoxina-I (Bothrops jararacussu). 2001. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.