Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem matemática: uma disciplina para a licenciatura

Processo: 98/06493-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 1999
Vigência (Término): 31 de julho de 2000
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Ensino-aprendizagem
Pesquisador responsável:Rodney Carlos Bassanezi
Beneficiário:Jonei Cerqueira Barbosa
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Licenciatura   Modelagem   Professores   Aprendizagem   Matemática

Resumo

As atuais e velozes transformações sociais têm refletido na educação formal e, em especial, na matemática escolar. As atuais tendências em Educação Matemática conduzem para a redefinição de objetivos, conteúdos, métodos e avaliação. Neste processo, percebemos que a conexão da Matemática com outras áreas do conhecimento é cada vez mais emergente. A utilização da realidade vivida como um recurso didático para o ensino- aprendizagem da Matemática tem se manifestado como uma via adequada para as novas demandas educacionais. Dentre os meios para materializar este enfoque, a Modelagem Matemática constitui- se como um meio viável para reorganizar a dinâmica da sala de aula. Entretanto, a implementação desta proposta esbarra na falta de preparação dos professores, os quais não têm contato com esta metodologia durante a Licenciatura. Recentemente, alguns cursos vem introduzindo esparsamente elementos de Modelagem em algumas disciplinas, entretanto a nível mais informativo do que formativo. Assim, estamos preocupados em dotar os alunos da Licenciatura de formação adequada de tal modo que possam utilizar a Modelagem em sua vida docente. O Objetivo Geral, portanto, é elaborar uma proposta curricular de uma disciplina para a Licenciatura de Matemática que aborde a Modelagem Matemática como metodologia de ensino- aprendizagem, como vem colocado no Capítulo IV desta apresentação. Nossas justificativas para o trabalho, descritas no Capítulo II, aportam-se na importância desta proposta para a formação do Professor de Matemática, bem como na adequada delimitação e relevância dos procedimentos metodológicos. Consideramos que a proposta oriunda deste estudo, em instância última, possa trazer contribuições à melhora do ensino da Matemática em nosso meio. Pretendemos conduzir um estudo de natureza qualitativa, utilizando os postulados da pesquisa etnográfica. Para o devido tratamento dos dados colhidos, a princípio, faremos um trabalho com a técnica da categorização, conforme proposta na Análise de Conteúdo, seguindo apresentação feita por Bardin, e culminando com a discussão crítica dos resultados obtidos e o delineamento de uma proposta curricular. (AU)