Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfologia de serpentes aquáticas neotropicais: um estudo comparativo

Processo: 02/10840-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2003
Vigência (Término): 31 de agosto de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Marcio Roberto Costa Martins
Beneficiário:Rodrigo Roveri Scartozzoni
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/12339-2 - História natural, ecologia e evolução de vertebrados brasileiros, AP.TEM
Assunto(s):Serpentes

Resumo

O tipo de ambiente utilizado parece exercer forte influência na evolução do tamanho e forma do corpo em serpentes. Hábitos aquáticos surgiram em diversas linhagens de serpentes neotropicais e devem ter resultado em mudanças morfológicas. O objetivo deste projeto é averiguar a existência de adaptações morfológicas associadas a hábitos aquáticos em linhagens monofiléticas de serpentes neotropicais (Boinae, Elapinae, Thachymenini, Xenodontini, Hidropsini), e desvendar possíveis pressões seletivas que levaram a essas mudanças morfológicas. Utilizando exemplares preservados em coleções científicas, serão obtidos caracteres morfológicos que possam mostrar a influência de pressões seletivas associadas ao hábito aquático (e. g., posição relativa dos olhos e das narinas; tamanho relativo da cauda, posição e extensão relativas da ninhada). Essas variáveis serão comparadas dentro de cada linhagem monofilética por meio de análises de variância e covariância. Para detectar convergências em modificações morfológicas entre as linhagens abordadas, os caracteres serão otimizados em filogenias no programa MacClade (Maddison e Maddison, 1992). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.