Busca avançada
Ano de início
Entree

Hipertensao pulmonar experimental em caes anestesiados: papel da endotelina-1 e tromboxano a2 e reversao pelo oxido nitrico inalatorio.

Processo: 99/10553-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2000
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Edson Antunes
Beneficiário:Cristiane Fonseca Freitas
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Hipóxia   Endotelinas   Hipertensão pulmonar   Heparina   Tromboxano A2

Resumo

O projeto consiste na utilização de modelos de hipertensão pulmonar induzidos por hipóxia e pelo complexo heparina-protamina em cães anestesiados. Padronizar o modelo de hipertensão pulmonar induzido pelo complexo treparina-protamina em cães. Comparar as alterações hemodinâmicas (pressão arterial pulmonar; pressão arterial sistêmica; índice de resistência vascular sistêmica; índice de resistência vascular pulmonar; débito cardíaco é freqüência cardíaca) nos dois modelos de hipertensão pulmonar, e avaliar os seguintes parâmetros: - Medir os níveis plasmáticos de ET-1 e tromboxano A2 na vigência da hipetensão pulmonar - Investigar o efeito de antagonistas de receptores ETA; ETB (BQ 123 e/ou FR-139317; BQ 788 e/ou RES-701-1), antagonista de receptores tromboxano A2 (SQ-30741 e/ou GR-32191) e inibidor da cicloxigenase (indometacina) no desenvolvimento da hipetensão pulmonar - Investigar o efeito do óxido nítrico inalatório nesses tipos de hipetensão pulmonar - Investigar se a hipetensão pulmonar devido ao complexo heparina-protamina é modificada na vigência de hipóxia. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FREITAS, Cristiane Fonseca. Hipertensão pulmonar experimental em cães anestesiados : papel da endotelina-1 e do tromboxano A2, e reversão pelo oxido nitrico inalatorio. 2002. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.