Busca avançada
Ano de início
Entree

Alienação mental e raça: história da constituição de uma psiquiatria do negro no Brasil (1850-1930)

Processo: 99/05968-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 1999
Vigência (Término): 31 de agosto de 2003
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Paulo Dalgalarrondo
Beneficiário:Ana Maria Galdini Raimundo Oda
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

Este é um projeto de pesquisa situado nos campos da História da Psiquiatria e da Etnopsiquiatria brasileiras; procurará relatar e compreender o surgimento e a evolução de determinados conceitos médico-psiquiátricos e as respectivas práticas a eles associadas, a partir do levantamento e análise de documentos científicos publicados em um determinado tempo. Pretende-se estudar uma produção científica médica brasileira, de 1850 a 1930, que enfocava a relação entre doença mental e etnia e, especificamente, a constituição do pensamento que embasou o que se poderia chamar de uma Psiquiatria do Negro - que supunha a existência de uma psicopatologia específica de indivíduos negros (escravos, ex-escravos e seus descendentes). Esta pesquisa enfocará a Escola de Nina Rodrigues - grupo de médicos cuja produção científica influenciou na formação do pensamento psiquiátrico nacional - procurando avaliar as conseqüências concretas da aplicação dessa teoria médica na assistência psiquiátrica do Brasil. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ODA, Ana Maria Galdini Raimundo. Alienação mental e raça : a psicopatologia comparada dos negros e mestiços brasileiros na obra de Raimundo Nina Rodrigues. 2003. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.