Busca avançada
Ano de início
Entree

Processamento de peças de hidroxiapatita/tricalciofosfato

Processo: 00/11693-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2001
Vigência (Término): 31 de agosto de 2002
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Ana Helena de Almeida Bressiani
Beneficiário:Christiane Ribeiro
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Toxicidade   Materiais compósitos   Dissolução

Resumo

Implantes biodegradáveis, ou reabsotvíveis podem ser utilizados para restaurar as funções do osso. Eles possibilitam o crescimento do osso e facilitam a integração do implante. A velocidade de reabsorção do implante deve ser compatível com a velocidade de formação do osso para que a redução de resistência do implante seja compensada pelo aumento da resistência do osso formado. É com este intuito que este plano de trabalho de mestrado propõe o estudo de obtenção de diferentes de compósitos HAp/TCP, análise de transformações de fases e de dissolução, para que eles possam ser utilizados em diferentes regiões do corpo, de acordo com a velocidade de formação do osso. O estudo irá envolver as várias etapas de processamento dos compósitos (x HAp / (1-x) TCP, x variando entre 0 e 1), a caracterização das fases formadas e a microestrutura obtida; testes de dissolução do material e transformação de fase em ambiente simulando o do corpo humano e caracterização de citotoxicidade do material nas várias etapas. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RIBEIRO, Christiane. Processamento e caracterização de cerâmicas à base de hidroxiapatita e fosfato-tricálcico. 2003. 101 f. Dissertação de Mestrado - São Paulo (Estado). Secretaria de Desenvolvimento. Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.