Busca avançada
Ano de início
Entree

Funcao da proteina thi1 de arabidopsis thaliana no processo de sintese translesao.

Processo: 99/05782-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 1999
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Carlos Frederico Martins Menck
Beneficiário:Douglas Dalle Luche
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/11119-7 - Reparo de DNA lesado e conseqüências biológicas, AP.TEM
Assunto(s):Reparo do DNA   Arabidopsis thaliana

Resumo

Foi clonado neste laboratório um gene de Arabidopsis thaliana capaz de complementar funcionalmente fenótipos de sensibilidade bacteriana a agentes genotóxicos, além de complementar o mutante de levedura thi4 para auxotrofia a tiamina, sendo assim denominado thi1. Então este mostrou-se envolvido na biossíntese de tiamina e no processo de reparo/tolerância a DNA lesado. O gene thi1 foi clonado em vetores apropriados e sua proteína foi purificada. A proteína THI1 purificada foi empregada em ensaios de polimerização in vitro, onde evidenciamos uma atividade de polimerização de DNA, mesmo na ausência de molde. Essa atividade é, portanto de desoxinucleotidil transferase, surpreendentemente altamente processiva (produtos com alto peso molecular), mas dependente dos quatro nucleotídeos. A processividade de THI1 é aumentada na presença de "single strand binding protein" (SSB), coerente com uma atividade de polimerização de DNA, e esta é inibida por anticorpo anti-THI1. Assim, a atividade detectada pode estar associada aos resultados anteriores de complementação bacteriana e sugerem seu envolvimento com síntese de DNA translesão em mitocôndrias. Este projeto visa dar continuidade a este trabalho e pretendemos analisar diretamente a ação de thil na replicação do DNA lesado. Para tanto adotaremos ensaios de síntese translesão in vitro de DNA contendo as seguintes lesões: aduto AAF-dG, e dímeros induzidos por luz UV-C. (AU)