Busca avançada
Ano de início
Entree

Organização e avaliação de um currículo para o ensino de habilidade de manuseio de dinheiro a jovens adultos com deficiência mental, baseado em equivalência de estímulos

Processo: 00/01379-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Antonio Celso de Noronha Goyos
Beneficiário:Rosana Aparecida Salvador Rossit
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Equivalência de estímulos   Deficiência mental

Resumo

O presente projeto tem por objetivo elaborar e avaliar um currículo para ensinar jovens e adultos com Deficiência Mental as habilidades de manuseio de dinheiro, através do procedimento de equivalência de estímulos. A metodologia constará de duas partes: a primeira, onde será organizada a grade curricular; e a segunda, onde será aplicado e testado o procedimento de ensino. Esta segunda parte incluí quatro estudos: Estudo I (Pré-teste e desempenho de entrada); Estudo II (Treino de algumas relações básicas); Estudo III (Treino de repertório complexo); e, Estudo IV (Generalização e Manutenção). Os Participantes serão 10 adolescentes/adultos com D. M. moderada/severa que estejam participando do processo de inserção em situação de trabalho. Será avaliada a eficácia do procedimento de ensino, quanto a: (a) análise de quais relações foram aprendidas; (b) o número de sessões necessárias para cada tipo de relação; (c) se relações não treinadas emergiram em função de outras treinadas; (d) concluir sobre a viabilidade ou não do currículo para o ensino de habilidades de manuseio de dinheiro para pessoas com D.M. moderada/severa. Pretende-se verificar também, se o ensino das operações de adição e subtração com numerais transferem-se para o manuseio de dinheiro; e se as combinações entre valores de moedas e cédulas emergem a partir do ensino com numerais. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ROSSIT, Rosana Aparecida Salvador. Matemática para deficientes mentais: contribuições do paradigma de equivalência de estímulos para desenvolvimento e avaliação de um currículo. 2003. 169 f. Tese de Doutorado - Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Centro de Educação e Ciências Humanas São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.