Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos das alterações ambientais em bacias hidrográficas, nas fontes alimentares disponíveis a icitiofauna, utilizando isótopos de carbono

Processo: 01/05622-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2001
Vigência (Término): 30 de setembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Plínio Barbosa de Camargo
Beneficiário:Ivan Vieira
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Mudança climática   Uso do solo   Impactos ambientais   Ecossistemas aquáticos   Bacia hidrográfica   Isótopos de carbono   Peixes

Resumo

As alterações ambientais, seja devido a expansão de centros urbanos, mudanças no uso do solo, implantação de campos de cultivo, afetam a biota aquática, alterado a qualidade da água, destruindo de habitas e diminuindo os itens de alimentação. Nas bacias hidrográficas do estado de São Paulo essas características são marcantes, sendo nas bacias do Pontal do Paranapanema, Piracicaba e Ribeira de Iguape, a maior porcentagem do solo ocupada com atividades agrícolas. A utilização da técnica da composição isotópica de carbono como traçador das fontes alimentares dos peixes, comparando-se o sinal isotópico (delta13C), no tecido muscular dos peixes com suas possíveis fontes alimentares, mostra-se como um instrumento útil, para distinção dessas fontes. Nas bacias propostas para estudos, grande parte das áreas é cultivada com plantas C4, que possuem valor isotópico diferente das C3, sendo possível avaliar a influência do carbono das plantas C4 na alimentação de diferentes espécies de peixes. O presente trabalho tem por objetivo, utilizar exemplares do gênero Astianax como bioindicadores das alterações, como implantação de áreas de cultivo de milho, cana ou pastagens em substituição à mata nativa natural. As capturas serão em três bacias do estado de São Paulo, sendo as análises feitas no tecido muscular dos peixes e nos possíveis itens utilizados na alimentação dos peixes, como fitoplâncton, zooplâncton, material perifitico, organismos bentônicos, vegetação marginal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: