Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento da enzimas xilose redutase e xilitol desidrogenase em sistema descontínuo alimentado de obtenção de xilitol a partir de hidrolisado hemicelulósico de bagaço de cana-de-açúcar

Processo: 97/13950-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 1998
Vigência (Término): 30 de junho de 2002
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Michele Vitolo
Beneficiário:Denise Celeste Godoy de Andrade Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Xilitol

Resumo

O xilitol é um adoçante com características peculiares que o tornam um produto com grande aplicabilidade em vários segmentos industriais, como nos setores alimentício, farmacêutico e odontológico. Convencionalmente, o xilitol é produzido por processo químico, o qual é de custo extremamente elevado. A utilização de resíduos agroindustriais para a produção biotecnológica de xilitol surge como uma alternativa para sua produção. Neste estudo pretende-se avaliar o comportamento das enzimas xilose redutase e xilitol desidrogenase durante a obtenção de xilitol a partir de hidrolisado hemicelulósico de bagaço de cana-de-açúcar. Será utilizado o sistema descontínuo alimentado com vazão exponencial crescente de alimentação, empregando-se planejamento estatístico e, metodologia de superfície de resposta. Em uma primeira etapa serão selecionadas variáveis significativas para o processo a partir de um planejamento fatorial fracionário. Após a seleção destas variáveis será empregada a metodologia de superfície de resposta para obtenção de modelos estatísticos. As variáveis a serem estudadas são a concentração de xilose no meio de cultivo, a concentração do hidrolisado do meio de alimentação, o pH e a aeração. As respostas a serem avaliadas são as atividades das enzimas xilose redutase e xilitol desidrogenase, a produção de xilitol, o fator de conversão de xilose em xilitol e a produtividade volumétrica em xilitol. Com este trabalho pretende-se estabelecer relações entre os níveis de atividade enzimática e produção de xilitol, em função das variáveis estudadas. (AU)