Busca avançada
Ano de início
Entree

Influencia da restricao alimentar qualitativa e da temperatura ambiente sobre o desenvolvimento osseo em frangos.

Processo: 00/03021-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2000
Vigência (Término): 30 de abril de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Marcos Macari
Beneficiário:Luís Daniel Giusti Bruno
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse térmico   Dieta com restrição   Frangos de corte
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Estresse Termico | Frango De Corte | Restricao Alimentar

Resumo

Há alguns anos a avicultura vem se deparando com um problema ocasionado pelo rápido crescimento corporal (ganho de peso) característico do frango de corte moderno: o surgimento de doenças ou deformidades ósseas. Para combater este problema (entre outros), a indústria tem adotado uma prática de manejo que visa restringir o crescimento do frango de corte no início do ciclo de criação: a restrição alimentar. Outro problema que afeta a criação de frangos de corte no Brasil diz respeito ao estresse térmico (principalmente por calor), graças às variações de temperatura que ocorrem naturalmente em nosso país. Contudo, são necessários estudos mais profundos a fim de avaliar se o desenvolvimento ósseo é efetivamente afetado tanto pela restrição alimentar quanto pela temperatura ambiente. Este projeto visa estudar o desenvolvimento ósseo de frangos de corte - submetidos à restrição alimentar qualitativa e à diferentes temperaturas ambiente (fria, termoneutra e quente) durante o período de criação. A análise dos resultados obtidos permitirá investigar quais os efeitos da restrição alimentar e da temperatura ambiente sobre parâmetros relacionados à integridade da estrutura óssea (ex.: crescimento alométrico, composição mineral, resistência à quebra, etc.).? (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)