Busca avançada
Ano de início
Entree

Eficiência de aquisição e inoculação por cigarrinhas e sobrevivência de Xylella fastidiosa em citros

Processo: 98/02838-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 1998
Vigência (Término): 31 de agosto de 1999
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Joao Roberto Spotti Lopes
Beneficiário:Rodrigo Piacentini Paes de Almeida
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Citrus sinensis   Clorose variegada dos citros   Vetores de doenças   Xylella fastidiosa

Resumo

O principal fator limitante de produção e eventual crescimento da citricultura no Estado de São Paulo é uma bactéria endofítica limitada ao xilema das plantas chamada Xylella fastidiosa, que causa uma doença conhecida como clorose variegada dos citros (CVC). Este patógeno causa doenças importantes em diversas frutíferas e ornamentais, sendo inoculado nos vasos do xilema por cigarrinhas (Hemiptera, Cicadellidae) (Purcell & Hopkins, 1996). Pouco se conhece sobre a transmissão X. fastidiosa por cigarrinhas no caso da CVC, o que tem dificultado as pesquisas de epidemiologia e de manejo da doença. Entretanto, existem evidências de que estes vetores sejam pouco eficientes na transmissão da bactéria para citros (Lopes et al., 1996). Nesta pesquisa será avaliada a hipótese de que os baixos índices de transmissão por cigarrinhas ocorrem devido a uma baixa probabilidade de aquisição e/ou inoculação da bactéria em citros ou a uma baixa taxa de sobrevivência da bactéria em citros após a inoculação. Para tal, serão realizados experimentos para avaliar a sobrevivência e multiplicação de X fastidiosa na planta cítrica após a inoculação (através da técnica de isolamento em meio de cultura), e para determinar a eficiência com que as cigarrinhas adquirem e inoculam esta bactéria em citros. Compreender a razão para a baixa eficiência dos vetores ou constatar uma baixa sobrevivência de infecções de X fastidiosa em citros teria implicações diretas em estudos de epidemiologia e, possivelmente, no controle da CVC. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALMEIDA‚ RPP; PEREIRA‚ EF; PURCELL‚ AH; LOPES‚ JRS. Multiplication and movement of a citrus strain of Xylella fastidiosa within sweet orange. PLANT DISEASE, v. 85, n. 4, p. 382-386, 2001.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.