Busca avançada
Ano de início
Entree

Reúso do efluente doméstico de um filtro anaeróbio utilizando um sistema de irrigação por sulcos

Processo: 00/06097-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2000
Vigência (Término): 31 de julho de 2002
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Básico
Pesquisador responsável:Bruno Coraucci Filho
Beneficiário:Ricardo Stahlschmidt Pinto Silva
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Irrigação por sulcos   Disposição no solo   Reúso da água   Tratamento de esgotos sanitários   Tratamento de águas residuárias   Filtros anaeróbios

Resumo

O projeto de pesquisa tem como proposta o reúso de um efluente doméstico oriundo de um reator anaeróbio piloto, que gera pouco lodo, mas tem como inconveniente a baixa remoção de nutrientes e patogênicos. O reúso deste efluente será feito através de um sistema de irrigação por sulcos tendo como principal objetivo a investigação de taxas de aplicação que sejam convenientes do ponto de vista sanitário e agronômico. A adoção do sistema de irrigação como pós-tratamento retornará os elementos básicos aos seus ciclos biogeoquímicos, sendo também um processo de recuperação ambiental dos resíduos gerados por atividades humanas. O processo de tratamento (anaeróbio + pós-tratamento) gasta pouca energia e utiliza poucas unidades mecanizadas, sendo um processo de baixo custo e com pouco consumo de energia. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Ricardo Stahlschmidt Pinto. Reuso agricola do efluente de um filtro anaerobio utilizando um sistema de irrigação por sulcos. 2003. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.