Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação da difusividade de agentes antimicrobianos em filmes comestíveis ativos de alginato de cálcio

Processo: 01/13811-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de abril de 2003
Vigência (Término): 30 de setembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Theo Guenter Kieckbusch
Beneficiário:Érica Maróstica Zactiti
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Anti-infecciosos   Filmes comestíveis   Alginatos

Resumo

As embalagens comestíveis tem sido tradicionalmente usadas como uma forma atraente de barreira à gases (sobretudo à oxigênio e vapor d'água) e proteção mecânica. Entretanto, vários tipos de substâncias ativas pode ser incorporadas à embalagem para melhorar sua funcionalidade e conferir-lhe novas funções. Essa tecnologia baseada em embalagens ativas está projetada para estender a vida de prateleira dos alimentos. Ênfase está sendo dada ao uso de agentes antimicrobianos nas embalagens, para limitar ou prevenir o crescimento de organismos. O sistema está baseado na difusão desses solutos, da embalagem para a superfície do alimento e, para tanto, é fundamental o conhecimento de difusividade dos mesmos. A pesquisa visa determinar a difusividade de vários agentes antimicrobianos (ácido benzóico, sorbato de potássio, nisina e BHT ou hidroxi-butilato de tolueno) em filmes de alginato de cálcio. Foi construída uma célula de diafragma (com a membrana de alginato substituindo o vidro sinterizado) para determinação de difusividade, com a variação da concentração dos agentes antimicrobianos sendo monitorada por HPLC. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ZACTITI, ERICA MAROSTICA. Desenvolvimento e caracterização de filmes biodegradáveis de alginato de cálcio sem e com sorbato de potássio. 2004. 178 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Engenharia Química Campinas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.