Busca avançada
Ano de início
Entree

Extração supercrítica do rebaudiosídeo a da Stevia rebaudiana bertoni

Processo: 99/05494-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2000
Vigência (Término): 30 de junho de 2001
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Maria Angela de Almeida Meireles Petenate
Beneficiário:Simone Keiko Yoda
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Dióxido de carbono   Extração   Extração supercrítica   Estévia

Resumo

O presente trabalho visa à extração do glicosídeo da Stevia rebaudiana Bertoni com maior poder adoçante (rebaudiosídeo A), partindo de um pré-tratamento de suas folhas usando CO2 supercrítico e condições pré-determinadas (pressão, temperatura, vazão de solvente, fluido de extração, tempo de extração e tamanho das partículas), uma vez que constatou-se que o mesmo acarreta extratos com maior intensidade de doçura e maior aceitabilidade. Tanto para o pré-tratamento, assim como para a extração dos glicosídeos, serão utilizados extratores de leito fixo do Laboratório de Separações Físicas (LASEFI), sendo os extratos obtidos posteriormente analisados por cromatografia. Os principais objetivos desse trabalho são: estudo da cinética de extração com CO2 + água dos glicosídeos das folhas da estévia pré-tratada com CO2 a 200 bar e 35ºC; caracterização da composição química dos extratos; estudo do efeito das variáveis de processo: temperatura, pressão, vazão de CO2 e porcentagem de co-solvente. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
YODA, Simone Keiko. Estudo da cinetica de extração dos glicosideos da Stevia rebaudiana Bertoni com mistura CO2 + agua. 2001. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Engenharia de Alimentos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.