Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade biológica de uma formulação lipossomal de anfotericina "b" com vesículas catiônicas de brometo de dioctatecildimetilamônio num modelo de candidíase sistêmica

Processo: 00/03554-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2000
Vigência (Término): 30 de setembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Elsa Masae Mamizuka
Beneficiário:Nilton Erbet Lincopan Huenuman
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/11480-1 - Interações entre membranas, biomoléculas e superfícies, AP.TEM
Assunto(s):Lipossomos   Fungemia   Candida glabrata   Anfotericina B   Candida albicans

Resumo

A elevada incidência das infecções fúngicas tem estimulado a procura de novas opções terapêuticas para a anfotericina B, única droga fungicida altamente tóxica. Como alternativa, as formulações lipossomas da droga têm diminuído o grau de toxicidade, aumentando seu valor terapêutico. As moléculas de brometo de dioctadecildimetilamônio (DODAB), sais de amónio quaternário, têm a capacidade de formar lipossomos com uma atividade bactericida independente da adição de antimicrobianos, em contraste com os lipossomos convencionais, que são inócuos. Conhecendo as características físico-químicas da interação DODAB/bactéria, o objetivo deste estudo é avaliar a atividade biológica, in vivo (modelo animal), da formulação lipossomal DODAB/Anfo B sobre espécies patogênicas de Candida, observando sua eficiência terapêutica e seu grau de toxicidade, para sua possível aplicação na medicina. (AU)