Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de alterações em microsatélites de DNA recuperado do plasma de pacientes com câncer de cabeça e pescoço - possíveis implicações diagnósticas

Processo: 97/13594-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 1998
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2000
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Andrew John George Simpson
Beneficiário:Diana Noronha Nunes
Instituição-sede: Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (ILPC). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Perda de heterozigosidade   Plasma (líquidos corporais)

Resumo

Mutações em genes supressores de tumor e oncogenes são as causas diretas da ocorrência do câncer. Os carcinomas apresentam grande variabilidade nas mutações e ainda não são conhecidos marcadores moleculares diagnóstico-definitivos. A análise de micros-satélites vem sendo adotada na procura de mutações marcadoras de alterações genômicas generalizadas e expansão clonal típicas de tumores malignos. Apesar de não estar associada diretamente com o processo carcinogênico, a instabilidade em micros-satélites é uma característica de alguns tumores, sendo devida à falha do sistema de reparo de erros de pareamento das fitas de DNA. Outro evento típico do processo tumoral é a perda de múltiplas regiões cromossômicas, levando à perda de heterozigosidade. O foco de estudo deste projeto é a avaliação do uso de detecção de alterações em micros-satélites (instabilidade ou perda de heterozigosidade), no DNA liberado pelo tumor e presente no plasma, objetivando o diagnóstico de câncer de cabeça e pescoço e uma possível correlação com estadiamento clínico e prognóstico. Este trabalho propõe que estas alterações sejam detectadas pela utilização de métodos semi-automatizados para a dinamização deste processo. (AU)