Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelos de fragilidade em regressão de risco logística: aplicações em estudos de dados genéticos

Processo: 00/12212-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2001
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Probabilidade e Estatística - Probabilidade e Estatística Aplicadas
Pesquisador responsável:Hildete Prisco Pinheiro
Beneficiário:Benilton de Sá Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Estatística   Análise genética

Resumo

Seja um estudo relacionado com o tempo (restante) de sobrevivência de um paciente, é interessante saber quando iniciou-se a doença. Entretanto, é interessante saber quando iniciou-se a doença. Tem-se que a idade de início da doença é um fator de efeito aleatório. Em estudos de dados genéticos, uma variável de interesse seria o genótipo do indivíduo, difícil de ser determinado. Podemos incluir tal variável como um fator de efeito aleatório. Então, a análise de dados condizentes com as situações explicitadas acima deve ser conduzida utilizando-se modelos mistos ou modelos de fragilidade. Os modelos de fragilidade permitem a análise de fatores latentes (ambientais ou genéticos) em funções de risco dentro de núcleos familiares. Os fatores são expressos como funções dos efeitos de genes principais e dos riscos familiares compartilhados. Os modelos de risco logísticos têm o intuito de auxiliar na análise genética da idade do início da doença. Essa classe de modelos tem poder maior na detecção de um gene principal quando comparada com a classe dos modelos mistos e permite incluir outras covariáveis de interesse (como genes principais). A combinação das técnicas utilizadas em modelos de fragilidade e de riscos logísticos permitirá análise de dados genéticos e uma alternativa para estudos preliminares às análises de sobrevivência, ligação e segregação tradicionalmente aplicados. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARVALHO, Benilton de Sá. Modelos de fragilidade com aplicações em analise de ligação. 1993. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Matematica, Estatistica e Computação Cientifica.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.