Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação entre as amilases presentes nos organismos simbiontes Leucoagaricus gongylophorus e Atta sexdens

Processo: 00/00428-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2000
Vigência (Término): 31 de maio de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Enzimologia
Pesquisador responsável:Mauricio Bacci Junior
Beneficiário:Aline Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:97/13383-0 - Estudo da evolução das attini derivadas e isolamento dos seus fungos simbiontes, AP.JP
Assunto(s):Formigas   Amilases   Fungos   Simbiose   Nutrição animal

Resumo

Neste trabalho serão estudadas amilases presentes no organismo de operárias da formiga cortadeira Atta sexdens e no seu fungo simbionte, Leucoagaricus gongylophorus. Para tanto, estas enzimas serão purificadas, caracterizadas e comparadas, podendo-se assim obter resultados que definam a origem de amilases presentes no intestino dos insetos. Serão caracterizados: temperatura e pH ótimos, peso molecular, especificidade por substrato, constantes cinéticas, efeito de sais inorgânicos, conteúdo de carboidratos totais, produtos de hidrólise e ponto isoelétrico. Bioensaios para avaliar se há sinergismo entre as enzimas purificadas também serão realizados, sendo possível verificar se, na natureza, ocorre interação entre amilases produzidas pelo fungo e pelas operárias de Atta sexdens durante a degradação do substrato foliar. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Aline. Alfa-amilase e maltase nos simbiontes Leucoagaricus gongylophorus Singer (Möller) (Leucocoprineae: agaricaceae) e Atta sexdens Linnaeus (Attini: formicidae). 2004. 74 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Instituto de Biociências Rio Claro.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.