Busca avançada
Ano de início
Entree

Ciclo secretor, constituição química da secreção, desenvolvimento e morte celular das glândulas hipofaríngeas de Polistes versicolor (Olivier, 1791)(hymenoptera, Vespidae)

Processo: 02/05400-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2002
Vigência (Término): 30 de setembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Flavio Henrique Caetano
Beneficiário:Fábio Barros Britto
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Enzimologia   Histoquímica   Morte celular

Resumo

As glândulas hipofaríngeas são estruturas presentes apenas na ordem Hymenoptera e apresentam-se como células epidérmicas modificadas em alguns grupos, enquanto em outros, apresentam morfologia mais elaborada, caracterizando-se como órgãos com anatomia bem definida. Muito bem estudadas em abelhas, as glândulas hipofaríngeas são glândulas exócrinas que fazem parte do sistema salivar e são responsáveis, em Apis, pela produção de substâncias que constituem a geléia real. O objetivo do presente estudo é analisar as glândulas hipofaríngeas de vespas, procurando reconhecer seu papel na regulação social da colônia, bem como identificar a presença de aspectos glandulares que indiquem a ocorrência de morte celular programada. Utilizando-se indivíduos da espécie Polistes versicolor, considerada como chave para o entendimento da evolução do comportamento social em insetos, pretende-se realizar análises histoquímicas, imunocitoquímicas e enzimológicas das glândulas hipofaríngeas, juntamente com o estudo comportamental de cada indivíduo analisado. Estes estudos contribuirão para o entendimento do ciclo de desenvolvimento e morte das glândulas hipofaríngeas, bem como para caracterização da constituição química da secreção glandular, representando uma contribuição inédita à identificação da morfologia e função dessas estruturas e de seu possível papel como elemento importante no contexto social de colônias de Polistes versicolor. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.