Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial antimicrobiano "in vitro" da fração hexânica e dos compostos isolados da "Mikania glomerata" sobre os patógenos bucais

Processo: 01/11809-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2002
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2004
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Pedro Luiz Rosalen
Beneficiário:Regiane Yatsuda
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Anti-infecciosos   Cárie dentária

Resumo

Atualmente está bem estabelecido que cárie dental é uma doença infecciosa associada a bactérias patogênicas formadoras do biofilme dental patogênico. Esses microrganismos são os responsáveis pela produção de ácidos e produtos citotóxicos que, respectivamente, levam a desmineralização do esmalte dental e a inflamação gengival. Assim, o uso de agentes antimicrobianos eficientes contra microrganismos odonto e periodontopatogênicos é um importante meio de controle destas doenças bucais. A mikania, conhecida popularmente como guaco cheiroso, é uma planta que entre os produtos naturais possui as propriedades antibacterianas, analgésicas, antiinflamatórias e antifúngicas. Neste estudo serão avaliados a fração hexânica e seus compostos isolados da Mikania glomerata, pré-selecionadas quanto à composição química, quanto as suas propriedades antimicrobianas sobre o crescimento, do biofilme, a viabilidade bacteriana (time kill) em biofilme e a inibição do biofilme dental de alguns microrganismos bucais envolvidos no processo da cárie dental. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
YATSUDA, Regiane. Efeito antimicrobiano in vitro da Mikania laevigata e da Mikania glomerata sobre estreptococos do grupo mutans. 2004. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.