Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise comparativa e funcional dos genomas de Leifsonia xyli subsp. xyli e Leifsonia xyli subsp. cynodontis

Processo: 02/02820-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência (Início): 01 de junho de 2002
Vigência (Término): 31 de julho de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Claudia Barros Monteiro Vitorello
Beneficiário:Claudia Barros Monteiro Vitorello
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:01/12613-0 - Análise comparativa e funcional dos genomas de Leifsonia xyli subsp. xyli e Leifsonia xyli subsp. cynodontis, AP.JP
Assunto(s):Análise de sequência de DNA   Genomas   Leifsonia xyli   Virulência

Resumo

O presente projeto representa um primeiro esforço no sentido de explorar funcionalmente os resultados do projeto de sequenciamento do genoma da bactéria Leifsonia xyli subsp. xyli no que tange a identificação de genes de patogenicidade. Seus objetivos dividem-se em duas vertentes: análise comparativa e análise funcional propriamente dita. No caso de Lxx, a análise comparativa reveste-se de especial interesse e de grande potencial para identificar genes de patogenicidade, haja vista a existência de uma outra subespécie de Leifsonia xyli, L.x. subsp. cynodontis (Lxc), que é patogênica a gramíneas do gênero Cynodon mas que, embora endofítica, não é patogência a cana-de-açúcar. Considerando o grande número de exemplos onde fenótipos virulentos podem ser determinados pela presença ou ausência de certos genes, o presente projeto utilizará técnicas alternativas ao seqüenciamento completo de genomas para identificar genes exclusivos ao genoma de cada uma destas bactérias. A expressão destes genes será então analisada em experimentos funcionais subseqüentes, através da técnica de microarray para estudar padrões de expressão gênica de isolados selvagens patogênicos de Lxx e de mutantes não patogênicos, em células cultivadas na presença e ausência de extratos vegetais. (AU)