Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da interação do domínio amino terminal da proteína Tc85-11 de Trypanosoma cruzi com receptores presentes em células de cultura de tecido

Processo: 01/02829-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2001
Vigência (Término): 30 de junho de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Maria Julia Manso Alves
Beneficiário:Miryam Marroquin Quelopana
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:99/12459-9 - Trypanosoma cruzi: interação parasita-célula hospedeira, AP.TEM
Assunto(s):Moléculas de adesão celular   Trypanosoma cruzi

Resumo

O T. cruzi, agente etiológico da Doença de Chagas, é um parasita intracelular obrigatório. Para o processo de invasão de células é importante a interação entre moléculas do parasita e da célula hospedeira, do tipo receptor-ligante. Neste sentido, foi mostrado que proteínas de 85-90 kDa presentes na superfície do parasita, que pertencem à superfamília das gp85/trans-sialidase, interagem com proteínas tanto da superfície celular como da matriz extracelular do hospedeiro, tais como fibronectina, ácido siálico, colágeno, heparan sulfato, integrinas e laminina. No nosso laboratório clonou-se o cDNA de um membro desta superfamília (a Tc85-11f) que se expressa somente em tripomastigotas. Determinou-se que a região carboxilo terminal desta proteína liga laminina, citokeratina 18 e se adere na superfície celular. Porém ainda não se conhece a existência de receptores para o dominio amino terminal. Para este fim, foram utilizados peptídeos sintéticos, correspondentes a esta região da Tc85-11 para mapear os sítios de união celular presentes neste domínio, mediante teste de adesão a células de rim de macaco (LLC-MK2). Seis peptídeos mostraram capacidade de adesão, e identificaram-se proteínas de 43 - 45 kDa de massa molecular como possíveis receptor(es) para um deles. No presente projeto pretende-se identificar e caracterizar os receptores que unem a região amino terminal da proteína Tc85-11, assim como estudar o papel da interação destas moléculas no processo de invasão celular. (AU)