Busca avançada
Ano de início
Entree

Zoneamento de risco de inundacoes como ferramenta de planejamento ambiental em bacias hidrograficas - estudo de caso: bacia do rio bonito, sp.

Processo: 99/03981-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 1999
Vigência (Término): 30 de setembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Reinaldo Lorandi
Beneficiário:Claudio Jorge Cancado
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Deposição de sedimentos   Mapeamento geográfico   Solo tropical

Resumo

Visando fornecer subsídios para o planejamento urbano e regional, o estudo do processo de alteração das águas superficiais e subterrâneas, tendo como parâmetro de análise o solo, é fundamental para a preservação do meio ambiente terrestre e aquático. Esses estudos podem ser realizados através do zoneamento de áreas de risco de inundações, analisando-se as propriedades do escoamento superficial e do escoamento subterrâneo (cobertura vegetal, porosidade, permeabilidade, armazenamento, escoamento em fraturas, força de percolação, entre outros). De posse dessas análises, pode-se chegar a uma relação entre escoamento superficial, escoamento subterrâneo, características do solo e meio ambiente, utilizando como ferramenta instrumentos de análise dos solos e de avaliação ambiental. Dessa forma, a presente proposta de pesquisa, tendo como objeto o estudo da Bacia do Rio Bonito, visa estudar essa relação, explicitada anteriormente, no intuito de mapear as áreas de risco de inundações e suas interações com o meio ambiente. (AU)