Busca avançada
Ano de início
Entree

O imaginário e as guerras da imprensa: estudo das coberturas realizadas pela imprensa brasileira da Guerra da Coreia (1950-1953) e da Guerra do Vietnã na sua chamada Fase Americana (1964-1973)

Processo: 96/09417-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 1997
Vigência (Término): 31 de julho de 2001
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Italo Arnaldo Tronca
Beneficiário:Orivaldo Leme Biagi
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Imaginário   Imprensa   Guerra do Vietnã   Guerra da Coreia

Resumo

Esta pesquisa pretende estudar, em termos históricos, as coberturas jornalísticas, realizadas pela imprensa brasileira, de duas guerras da segunda metade do Século X e compará-las. As guerras foram: A Guerra da Coréia (1950-1953); A Guerra do Vietnã na sua chamada "Fase Americana" (1964-1973). Esta pesquisa não pretende estudar as duas guerras através da Imprensa Brasileira, mas sim estudar a imprensa Brasileira através das duas guerras, analisando a diferença entre essas coberturas e como as novas tecnologias alteraram-na para se fazer um levantamento histórico da mídia no Brasil. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BIAGI, Orivaldo Leme. O imaginario e as guerras da imprensa : estudo das coberturas realizadas pela imprensa brasileira da Guerra da Coreia (1950-1953) e da Guerra do Vietnã na sua chamada " fase americana" (1964-1973). 2001. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.