Busca avançada
Ano de início
Entree

Anatomia e ultra-estrutura da casca de espécies de Miconia Ruiz & Pav. (Melastomataceae) ocorrentes em cerrados (senso lato) do estado de São Paulo

Processo: 03/00958-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2003
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Silvia Rodrigues Machado
Beneficiário:Camilla Rozindo Dias Milanez
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/12469-3 - Estudos morfológicos, anatômicos, histoquímicos e ultra-estruturais em plantas do Cerrado (Senso lato) do estado de São Paulo, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Anatomia vegetal   Cascas (planta)   Floema   Periderme   Melastomataceae

Resumo

Melastomataceae apresenta cerca de 5000 espécies distribuídas em 185 gêneros, quase que inteiramente tropicais, constituindo uma das principais famílias ocorrentes na vegetação de cerrado. Miconia representa o maior gênero da família, sendo pouco conhecido do ponto de vista anatômico, especialmente no que diz respeito à estrutura da casca. As características morfológicas e anatômicas da casca além de desempenharem importante papel na proteção das espécies vegetais contra o fogo no cerrado, podem ser utilizadas para fins taxonômicos e avaliações filogenéticas. Diante da importância adaptativa e funcional da casca em plantas do cerrado associada à escassez de trabalhos referentes à sua estrutura, o presente trabalho tem como objetivos caracterizar a anatomia e a ultra-estrutura da casca de cinco espécies de Miconia ocorrentes no cerrado (senso lato) do estado de São Paulo. Pretende-se contribuir para o conhecimento dos diferentes tipos celulares que integram a casca de espécies desse bioma, avaliar a ocorrência de características anatômicas comuns às espécies e ainda, indicar características de adaptação da casca ao ambiente. As amostras serão coletadas de exemplares no campo e preparadas segundo técnicas usuais utilizadas em microscopia de luz e microscopia eletrônica de transmissão. Serão feitas análises anatômicas em material seccionado e dissociado, sendo os resultados analisados qualitativa e quantitativamente. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DIAS MILANEZ, CAMILLA ROZINDO; MARCATI, CARMEN REGINA; MACHADO, SILVIA RODRIGUES. Trabeculae and Al-accumulation in the wood cells of Melastomataceae species from Brazilian savanna. BOTANY, v. 95, n. 5, p. 521-530, MAY 2017. Citações Web of Science: 1.
MILANEZ, CAMILLA R. D.; MACHADO, SILVIA R. Leaf emergences in Microlepis oleaefolia (DC.) Triana (Melastomataceae) and their probable function: An anatomical and ultrastructural study. Micron, v. 39, n. 7, p. 884-890, OCT 2008. Citações Web of Science: 7.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MILANEZ, Camilla Rozindo Dias. Estudos anatômicos e ultra-estruturais em Melastomataceae de Cerrado. 2007. 131 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Instituto de Biociências Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.