Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da melatonina e análogos sobre a expressão de colinoceptores nicotínicos em miotubos de ratos em cultura

Processo: 03/07014-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de novembro de 2003
Vigência (Término): 30 de setembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Regina Pekelmann Markus
Beneficiário:Lidiana Duarte de Almeida Paula
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/02957-6 - Glândula pineal e melatonina - mecanismo de temporização de respostas neurais e processos inflamatórios, AP.TEM
Assunto(s):Melatonina   Receptores nicotínicos   Acetilcolina

Resumo

Melatonina, hormônio liberado no período de escuro pela glândula pineal, tem ação pleiotrópica podendo atuar por diferentes mecanismos: ativação de receptores de membrana e ações intracelulares. A melatonina modula os receptores nicotínicos de acetilcolina em diferentes modelos experimentais. Em alguns modelos observa-se aumento do número de receptores (terminação colinérgica e cerebelo de rato) em outros uma redução (miotubos). O ponto em comum para os três modelos é que apenas sensíveis à alfa-bungarotoxina são modulados por melatonina. Em miotubos verificamos que os análogos de melatonina, N-acetilserotonina e 4-P-PDOT promoveram efeito semelhante ao da melatonina, enquanto os agonistas 2-iodomelatonina e 5-MCA-NAT não exerceram efeito. Este perfil farmacológico não é identificado em nenhum dos modelos de receptores conhecidos. Neste projeto estudaremos os mecanismos de ação da melatonina nesta preparação. Inicialmente avaliaremos as vias de adenilil ciclase e guanilil ciclase, pois temos indicações que a melatonina pode atuar por estas vias. Além disso, estas vias modulam o número de segundo mensageiros. O conhecimento desta via de transdução é relevante para podermos entender se a variação diária dos (nAChRs) da placa mioneural pode ser controlada pela melatonina e, portanto, pela alternância claro-escuro. (AU)