Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação in vitro do uso potencial de células tronco no tratamento da distrofia muscular

Processo: 02/00808-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de abril de 2002
Vigência (Término): 31 de março de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Mayana Zatz
Beneficiário:Tatiana Jazedje da Costa Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:99/11151-0 - As doenças genéticas contribuindo para a compreensão do funcionamento gênico, AP.TEM
Assunto(s):Distrofia muscular de Duchenne   Transplante de células-tronco

Resumo

Dentre as doenças que afetam a musculatura, a Distrofia Muscular de Duchenne (DMD), doença recessiva ligada ao X, é a mais grave e a mais freqüente, afetando 1 a cada 3500 meninos. Vários tipos de tratamentos já foram testados em pacientes com DMD, sem sucesso, e os meninos afetados morrem geralmente antes da segunda década de vida. O transplante de células-tronco, que já é utilizado para o tratamento de várias doenças hematológicas e auto-imunes, pode ser uma alternativa para o tratamento destes pacientes. Tais células são totipotentes na fase embrionária, e especula-se que, mesmo células de indivíduos adultos, tenham uma capacidade regenerativa bastante grande. São células raras, representando apenas 0,1 a 3 % do total de células brancas do organismo. Recentemente, pesquisadores israelenses mostraram que células-tronco de embriões de camundongo diferenciaram-se em células musculares cardíacas, "in vitro". Com base neste e em outros experimentos, nosso objetivo é verificar a capacidade das células-tronco obtidas de cordão umbilical e placenta de se diferenciarem, ou não, em células musculares em cultura e expressarem a distrofina. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Tatiana Jazedje da Costa. Avaliação in vitro do uso potencial de células-tronco no tratamento da distrofia muscular. 2005. 89 f. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.