Busca avançada
Ano de início
Entree

Liberação in vitro de monômero residual e de produtos de degradação a partir de resinas acrílicas para reembasamento imediato

Processo: 03/04097-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2003
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Ana Lucia Machado
Beneficiário:Vanessa Migliorini Urban
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Tratamento térmico

Resumo

Ao final da reação de polimerização das resinas acrílicas, a conversão de monômero em polímero não é completa e esses materiais apresentam monômero residual (MR). A presença desse monômero pode comprometer as propriedades mecânicas da resina polimerizada, além de causar reações nos tecidos em contato com a prótese. Para que o MR atue como fator etiológico dessas reações, é necessário que ocorra sua liberação para o meio. Tem sido observado que além do MR, produtos de degradação da reação, a qual não é completa, também podem ser liberados para a saliva, afetando a biocompatibilidade desses materiais. Dessa forma, a utilização de métodos que proporcionem a redução do conteúdo de MR e, conseqüentemente, dos produtos de degradação poderia contribuir para o sucesso do tratamento a longo prazo. O objetivo deste projeto será avaliar in vitro, qualitativa e quantitativamente, as substâncias liberadas a partir das resinas Kooliner, New Truliner, Duraliner II e Tokuso Rebase, indicadas para o reembasamento do tipo imediato, por meio de cromatografia líquida de alta eficiência. Além disso, será avaliado o efeito do tratamento térmico (imersão em água aquecida a 55oC por 10min), realizado após a polimerização, sobre essa liberação. Cada corpo-de-prova (n=48) será armazenado em 10mL de água destilada a 37oC e, após os períodos de 1, 3 e 7 dias, alíquotas serão removidas dessas soluções e os compostos liberados serão identificados e quantificados. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
URBAN, VANESSA MIGLIORINI; MACHADO, ANA LUCIA; VERGANI, CARLOS EDUARDO; GIAMPAOLO, EUNICE TERESINHA; PAVARINA, ANA CLAUDIA; CASS, QUEZIA BEZERRA. Leachability of Degradation Products from Hard Chairside Reline Resins in Artificial Saliva: Effect of Water-Bath Post-Polymerization Treatment. Journal of Applied Polymer Science, v. 123, n. 2, p. 732-739, JAN 15 2012. Citações Web of Science: 2.
URBAN, VANESSA MIGLIORINI; SEO, ROSANGELA SEIKO; GIANNINI, MARCELO; GALVAO ARRAIS, CESAR AUGUSTO. Superficial Distribution and Identification of Antifungal/Antimicrobial Agents on a Modified Tissue Conditioner by SEM-EDS Microanalysis: A Preliminary Study. JOURNAL OF PROSTHODONTICS-IMPLANT ESTHETIC AND RECONSTRUCTIVE DENTISTRY, v. 18, n. 7, p. 603-610, OCT 2009. Citações Web of Science: 16.
URBAN, VANESSA M.; MACHADO, ANA L.; VERGANI, CARLOS E.; GIAMPAOLO, EUNICE T.; PAVARINA, ANA C.; DE ALMEIDA, FERNANDO G.; CASS, QUEZIA B. Effect of water-bath post-polymerization on the mechanical properties, degree of conversion, and leaching of residual compounds of hard chairside reline resins. Dental Materials, v. 25, n. 5, p. 662-671, MAY 2009. Citações Web of Science: 31.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
URBAN, Vanessa Migliorini. Efeito de tratamentos pós-polimerização sobre o peso molecular, o grau de conversão, a temperatura de transição vítrea e a liberaçãp in vitro de monômero residual, plastificante e produtos de degradação de resinas acrílicas para reembasamento imediato. 2007. 227 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Odontologia (Campus de Araraquara). Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.