Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da maturacao folicular e oocitaria de eguas superovuladas com o extrato de pituitaria equina.

Processo: 03/05045-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2003
Vigência (Término): 31 de julho de 2006
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Marco Antonio Alvarenga
Beneficiário:Marcio Teoro do Carmo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Superovulação   Maturação   Éguas   Embrião   Oócitos

Resumo

O extrato de pituitária eqüina (EPE) é um preparado parcial de gonadotrofina eqüina, e o único composto que consistentemente induz ovulações múltiplas em éguas, contudo, a recuperação embrionária tem sido insatisfatória. Este fato pode estar relacionado a produção de oócitos de baixa qualidade, a falha do folículo em liberar o oócito e a captação do mesmo para o interior do oviduto, assim como o trânsito deste ou do embrião pelo oviduto. Entretanto, as respostas para as questões levantadas a respeito das baixas taxas das recuperações embrionárias, ainda continuam obscuras. O presente experimento tem por objetivo verificar as causas dos baixos índices de recuperação embrionária observados quando do tratamento com o EPE, estudando a maturação oocitária, bem como a recuperação cirúrgica dos oócitos dos ovidutos de éguas superovuladas. Será também avaliado o perfil hormonal de estrógeno, progesterona, testosterona e inibina, bem como os níveis de IGF-I, óxido nítrico e o perfil eletroforético do liquido folicular destes animais. Para este fim, 16 éguas serão superovuladas com a administração do EPE na dosagem de 25mg duas vezes ao dia. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARMO, Marcio Teoro do. Estudo do fluido folicular, transporte, recuperaçao e maturação de oócitos em éguas superovuladas com estrato de pituitária equina. 2007. 222 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Botucatu. Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.