Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da largura ideal de florestas ribeirinhas considerando modelagem matemática e estimativa de erosão por 137Cs e aspectos ecológicos

Processo: 03/11072-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2004
Vigência (Término): 30 de abril de 2006
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Pesquisador responsável:Gerd Sparovek
Beneficiário:Joseline Filippe
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Modelos matemáticos   Radioisótopos de césio   Deposição de sedimentos   Erosão fluvial   Florestas

Resumo

Ecossistemas ripários são reconhecidos pela sua importância na retenção de sedimentos, proteção do ambiente fluvial, manutenção da qualidade da água, filtração de poluentes, além de serem considerados fundamentais para a manutenção da biodiversidade global. Estes ambientes são protegidos pela legislação, mas a faixa ciliar a ser protegida e restaurada foi definida independentemente das características da microbacia. Neste contexto, o propósito deste projeto é avaliar a eficiência da presença de Florestas Ribeirinhas e da atuação de suas diferentes larguras no controle da erosão e retenção de sedimentos, assim como predizer a largura ótima da Floresta para essa função. Tal propósito poderá ser alcançado através da quantificação dos sedimentos retidos nas Florestas pela técnica do 137Cs em propriedades cultivadas por cana-de-açúcar. A quantificação se dará por meio de amostragens de solo em áreas de Florestas Estacionais caracterizadas nas regiões de Iracemápolis e Orindiúva. Os dados serão utilizados para testar o modelo teórico de predição de largura ótima da faixa ciliar proposto por Sparovek et al. (2001). Esta pesquisa será realizada através da combinação entre Sistema de Informação Geográfico (SIG) e o Modelo de Predição de Erosão Hídrica (em inglês WEEP). Como resultado final, pretende-se contribuir com uma análise mais abrangente e embasada em experimentação científica e modelagem matemática para o aprimoramento da legislação ambiental vigente. (AU)