Busca avançada
Ano de início
Entree

A periferização da pobreza e da degradação sócio-ambiental na Região Metropolitana de São Paulo: o caso de Francisco morato/sp

Processo: 03/10539-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2004
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional - Fundamentos do Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Antonio Claudio Moreira Lima e Moreira
Beneficiário:Cassiele Arantes de Moraes
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Degradação ambiental

Resumo

A pesquisa mostra, de forma geral, o processo de periferização no entorno da metrópole paulista. Então, o Município periférico de Francisco Morato passa a ser o foco da pesquisa, que mostrará como esse processo de periferização, crescente e desordenado, afeta esse Município de 133 mil habitantes, situado na região noroeste da Grande São Paulo. O município é formado em grande parte por loteamentos de baixa renda, sendo um grande número deles irregulares. Alguns desses loteamentos irregulares são desprovidos de qualquer infra-estrutura, como ruas pavimentadas, água encanada e energia elétrica. Partimos do princípio que o modelo atual de urbanização tornou-se social e ambientalmente insustentável, uma vez que o crescimento desses loteamentos irregulares, prejudica o desenvolvimento da cidade e tornam-se um desafio maior para a prefeitura, carente de instrumentos de gestão e recursos técnicos e financeiros. O objetivo do trabalho é levantar os impactos causados, pelos loteamentos de baixa renda, no meio físico e social da cidade de Francisco Morato, e ao final do trabalho, busca-se determinar quais são os instrumentos de gestão que podem ser criados pelo poder público local para minimizar os problemas estudados. Para tal estudo quatro bairros foram escolhidos, uma vez que são como uma amostra do todo da cidade. São eles: Parque Morumbi e Parque São Joaquim, a sudoeste da cidade; Jardim Liliana, ao sul, e a área central da cidade. (AU)