Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das atividades anticárie e antiplaca dos compostos isolados e quimicamente identificados da planta Mikania glomerata

Processo: 03/11103-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2004
Vigência (Término): 31 de julho de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Pedro Luiz Rosalen
Beneficiário:Regiane Yatsuda
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Anti-infecciosos   Placa bacteriana   Streptococcus mutans

Resumo

A planta Mikania glomerata conhecida popularmente como guaco, tem se destacado pelo seu potencial anticárie e antiplaca. A M. glomerata foi estudada in vitro quanto à sua atividade anti-mutans em células planctônicas e em modelo de biofilme dental, sendo que a fração hexânica apresentou os melhores resultados antimicrobianos entre as outras frações testadas (YATSUDA et al., 2002), indicando que os compostos químicos farmacologicamente ativos estão presentes nessa fração apoiar. Assim, já foram isotãdos e identificados os compostos presentes nesta fração hexânica como o ácido caurenóico, ácido cupressênico, ácido diterpênico, caureno, caurenol e ácido glandifórico. Neste estudo, baseando-se nos resultados prévios promissores in vitro, será avaliado a influência dos compostos ativos selecionados sobre a formação, desenvolvimento e composição de polissacarídeos de biofilmes de S. mutans e S. sobrinus, os efeitos dos compostos ativos sobre as glicosiltransferases (atividade e expressão) e a aderência de S. mutans e S. sobrinus sobre, hidroxiapatita, bem como determinar a capacidade dos compostos ativos selecionados da Mikania glomerata, em prevenir ou reduzir a incidência de cárie dental in vivo utilizando modelo animal. Deste modo, os objetivos principais deste projeto são realizar estudos detalhados sobre a influência dos compostos já isolados e quimicamente identificados da Mikania glomerata na formação de biofilmes de Streptococcus mutans e S. sobrinus e nos seus fatores de virulência, e desenvolver estudos in vivo (modelo animal) utilizando os compostos ativos. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
YATSUDA, Regiane. Avaliação da atividade anti-carie dos compostos bioativos isolados das plantas Mikania laevigata Schultz Bip. ex Baker e Mikania glomerata Sprengel. 2006. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Odontologia de Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.