Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos fisiopatológicos do desequilíbrio redox em células neointimais vasculares

Processo: 03/09085-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2004
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Francisco Rafael Martins Laurindo
Beneficiário:Kenya Thiesen
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/12154-2 - Fisiologia molecular da sinalização redox no sistema vascular e modelos de células em cultura, AP.TEM
Assunto(s):NADPH oxidase   Cultura de células   Estresse oxidativo   Neointima

Resumo

A célula neointimal possui fenótipo muscular liso indiferenciado e secretor de matriz extracelular. Processos redox podem regular a (des)diferenciação, proliferação e migração destas células. Os mecanismos de tais processos não estão claros, em parte pela falta de modelos de células neointimais cultivadas. Estudos em andamento no Projeto Temático caracterizaram a PDI (isomerase de dissulfetos protéicos) como uma nova proteína reguladora da NAD(P)H oxidase vascular. É possível que a interação PDI-oxidase ocorra no contexto de uma resposta celular de estresse do retículo endoplasmático, que pode culminar em suspensão da síntese protéica, secreção de chaperonas do retículo e apoptose. Postulamos que, além do estresse oxidativo, células neointimais estejam sob estresse do retículo endoplasmático. Os objetivos específicos deste projeto são: 1) Desenvolver um modelo de cultura de células neointimas de artéria ilíaca de coelho; 2) Avaliar índices do estado redox e de estresse nitrativo/oxidativo em tais células, com ênfase particular à expressão e localização subcelular da PDI e das subunidades da NAD(P)H oxidase; 3) Avaliar marcadores da resposta de estresse do retículo endoplasmático e sua correlação com os índices do estado redox; 4) Estudar a interação entre distintos estágios de proliferação e diferenciação celular, bem como de cultivo em diferentes tipos de matriz, e índices de estresse oxidativo e de estresse de retículo endoplasmático. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.