Busca avançada
Ano de início
Entree

Imprensa protestante na primeira república: O Jornal Batista: evangelismo, informação e produção cultural, 1901-1922

Processo: 03/12119-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2004
Vigência (Término): 30 de abril de 2008
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História
Pesquisador responsável:Maria Inez Machado Borges Pinto
Beneficiário:Anna Lúcia Collyer Adamovicz
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Jornais   Imprensa   Protestantismo   Evangelização   Missionários   Doutrinas religiosas

Resumo

Os missionários norte-americanos de confissão Batista que chegaram ao Brasil, no final do século XIX, tinham como objetivo a propagação da mensagem evangélica por todo o território brasileiro, desempenhando papel relevante no processo de constituição de um "protestantismo local". Desde os primórdios do trabalho batista no país, os missionários e os seus colaboradores nacionais atribuíram grande importância à imprensa denominacional enquanto instrumento indispensável para a formação religiosa e instrução dos fiéis novos-convertidos que passaram a integrar os quadros de membros das Igrejas Batistas do Brasil. A fundação do Jornal Batista em 1901, no Rio de Janeiro, viria a favorecer a concretização deste ideal missionário, ao viabilizar a difusão dos preceitos religiosos e dos valores culturais da denominação. O presente projeto apresenta como proposta de estudo a investigação do conteúdo doutrinário e informativo do Jornal Batista entre os anos de 1901-1922, a partir de sua contextualização histórica no ambiente sócio-cultural da primeira República. O trabalho também procurará privilegiar a reflexão sobre a forma particular de percepção deste grupo protestante acerca dos movimentos religiosos e acontecimentos do mundo contemporâneo. O Jornal Batista tem sido considerado pelas Igrejas Batistas Brasileiras como o grande porta-voz da denominação perante a comunidade evangélica e o público em geral, tendo sido reconhecido como um veículo de comunicação cujo alcance e repercussão tem favorecido tanto o seu crescimento numérico quanto o próprio processo de construção de sua identidade. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ADAMOVICZ, Anna Lúcia Collyer. Imprensa protestante na primeira república: evangelismo, informação e produção cultural - O Jornal Batista (1901-1922). 2008. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.