Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do papel de mastócitos na resposta imune na tuberculose experimental murina

Processo: 03/12885-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2004
Vigência (Término): 31 de março de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Lúcia Helena Faccioli
Beneficiário:Daniela Carlos Sartori
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/12856-2 - Modulação das respostas imunes inata e adquirida por leucotrienos e prostaglandinas, AP.TEM
Assunto(s):Histamina   Imunidade inata   Mastócitos   Tuberculose

Resumo

A transmissão da tuberculose ocorre pela via respiratória através da penetração do bacilo pela barreira mucosá. Mastócitos são células tipicamente residentes da mucosa do trato respiratório, gastrointestinal e urinário, portanto devido à sua localização estratégica em sítios de infecções, estas células podem ser consideradas como as primeiras a interagirem com patógenos agressores. A ativação de mastócitos induzida por microrganismos ou seus constituintes acarreta a liberação de uma ampla variedade de mediadores pré-formados como histamina, e outras mediadores neo-sintetizados como leucotrienos, prostaglandinas, citocinas e algumas quimiocinas. Resultados recentes demonstraram que mastócitos in vitro liberam grandes quantidades de histamina, TNF-a e IL-6 após estimulação com M. tuberculosis. Além disso, dados descritos na literatura demonstraram que a histamina exerce um importante papel na modulação de citocinas inflamatórias que participam da resposta imune inata, bem como na polarização da resposta imune adaptativa através da regulação do padrão de resposta Th1/Th2. No entanto, pouco se sabe sobre o papel efetor de mastócitos na resposta imune inata, assim como o envolvimento da histamina no estabelecimento, manutenção e direcionamento da resposta imune adaptativa na tuberculose. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARLOS, D.; FREMOND, C.; SAMARINA, A.; VASSEUR, V.; MAILLET, I.; RAMOS, S. G.; ERARD, F.; QUESNIAUX, V.; OHTSU, H.; SILVA, C. L.; FACCIOLI, L. H.; RYFFEL, B. Histamine Plays an Essential Regulatory Role in Lung Inflammation and Protective Immunity in the Acute Phase of Mycobacterium tuberculosis Infection. Infection and Immunity, v. 77, n. 12, p. 5359-5368, DEC 2009. Citações Web of Science: 6.
CARLOS, DANIELA; FRANTZ, FABIANI G.; SOUZA-JUNIOR, DEVANDIR A.; JAMUR, MARIA C.; OLIVER, CONSTANCE; RAMOS, SIMONE G.; QUESNIAUX, VALERIE F.; RYFFEL, BERNHARD; SILVA, CELIO L.; BOZZA, MARCELO T.; FACCIOLI, LUCIA H. TLR2-dependent mast cell activation contributes to the control of Mycobacterium tuberculosis infection. Microbes and Infection, v. 11, n. 8-9, p. 770-778, JUL-AUG 2009. Citações Web of Science: 25.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.