Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégias de defesa contra herbivoria em Solanum aculeatissimum Jacq. e Solanum Lycocarpum St HIL (solanaceae):r-versus k-estrategistas

Processo: 03/13154-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2004
Vigência (Término): 14 de dezembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Jose Roberto Trigo
Beneficiário:Flavia Tavares Colpas
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Animais herbívoros

Resumo

Além de sua fisiologia e habilidade competitiva, a distribuição das plantas no campo depende também de sua susceptibilidade a patógenos e herbívoros. Assim, estas desenvolveram mecanismos de defesa físicos e químicos, estes últimos de natureza constitutiva e/ou induzida. Dentro do gênero Solanum, destacam-se os alcaJóides esteroidais, de importância econômica e ecológica. Espécies com histórias de vida distintas, Solanum aculeatissimum e S. lycopersicon (r x K-estragistas, respectivamente), serão utilizados como modelos experimentais neste estudo, cujos objetivos são; (1) verificar se danos mecânicos simulando herbivoria afetam a aptidão destas espécies em diferentes fenofases; (2) como as plantas distribuem defesas químicas em diferentes órgãos nestas fenofases; (3) como é afetada a alocação das defesas químicas após os danos mecânicos; e (4) qual é o custo da produção destas defesas. As plantas serão cultivadas em casa de vegetação nas fases.vegetativa e reprodutiva. Os danos mecânicos serão efetuados pelo corte de metade dos órgãos em estudo. Indução a curto prazo será verificada 24, 48 e 72 horas após os tratamentos e será quantificada em termos de metabólitos primários e secundários (alcalóides esferoidais). Indução a longo prazo será observada após 30 dias e envolverá a mensuração da produção de novos órgãos, bem como o acúmulo de matéria seca e a atividade fotossintética. Os custos serão estimados por indução com jasmonato de metila. (AU)