Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da atorvastatina sobre a atividade funcional e expressao da glicoproteina-p em linhagens de linfocitos e hepatocitos.

Processo: 04/01693-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 30 de junho de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Rosario Dominguez Crespo Hirata
Beneficiário:Alice Cristina Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Expressão gênica   Atorvastatina

Resumo

A glicoproteina-P (gp-P) é uma proteína da família de transportadores ATP Binding Cassette (ABC) e tem sido associada ao efluxo celular de vários fármacos. A gp-P está envolvida na eliminação de vastatinas, agentes terapêuticos utilizados no tratamento da hipercolesterolemia. A expressão do gene MDR1, que codifica a gp-P, é regulada por receptores nucleares PXR-RXR que, ao se ligarem a xenobióticos, ativam a transcrição de genes envolvidos com o efluxo de drogas. A atorvastatina, por sua similaridade estrutural com a lovastatina, pode ser um ligante desses receptores e induzir a expressão da gp-P, porém os mecanismos envolvidos ainda são desconhecidos. Neste estudo, serão avaliados os efeitos da atorvastatina sobre a expressão e a atividade funcional da gp-P em linhagens de linfócitos e hepatócitos. Para essa finalidade, serão estudadas as linhagens Jurkat e Hep G2 tratadas com atorvastatina. RNA total e proteínas serão extraídos de células em cultura. A expressão gênica será avaliada por RT-PCR e da gp-P por Western blot e citometria de fluxo. A atividade funcional da gp-P nas células será avaliada por citometria de fluxo. Este estudo poderá contribuir para o conhecimento de fatores e mecanismos envolvidos na variabilidade de resposta as vastatinas. (AU)