Busca avançada
Ano de início
Entree

Liberdade e marxismo: entre a paixão e a razão na filosofia de Sartre

Processo: 03/03275-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2003
Vigência (Término): 31 de agosto de 2006
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Bento Prado de Almeida Ferraz Junior
Beneficiário:Luciano Donizetti da Silva
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Dialética   Liberdade   Marxismo   Práxis   Subjetividade

Resumo

A obra de Sartre, desde A Transcendência do Ego (1934) até o obtuso Cadernos para uma Moral (1983), apresenta um eixo temático comum: mostrar a liberdade humana como fundamento do real. Mesmo diante de todas as dificuldades teóricas que seu pensamento encontrou ao longo de quase meio século, consolidar a liberdade frente a todo determinismo ou casuísmo foi, sem dúvida alguma, o ideal de sua produção teórica e prática. A filosofia alemã (Husserl e Heidegger) permitiu o momento glorioso da filosofia sartriana, uma vez que tornou possível suprimir as dificuldades que uma filosofia da subjetividade absoluta pode colocar; mas a doutrina da liberdade, construída em O Ser e o Nada (1943), redunda numa realidade humana absolutamente vazia. Certamente não é dessa noção de homem que Sartre poderá falar dos fatos históricos que se sucedem a partir de 1945. No âmbito teórico se torna urgente produzir uma síntese filosófica entre a filosofia subjetiva da fase de O Ser e o Nada e, conforme atesta sua obra, o materialismo marxista (Critica da Razão Dialética, 1960). É com esse objetivo que Sartre, na Critica, procura fundamentar ontologicamente o materialismo histórico a partir das condições formais de possibilidade e inteligibilidade da dialética da história. Nesse panorama se insere o problema dessa pesquisa: mostrar como, histórica e sociologicamente, a liberdade humana é alienada no processo social e cultural. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.