Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação e caracterização de proteínas modificadas em veias safena arterializadas

Processo: 03/14115-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de junho de 2004
Vigência (Término): 30 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:José Eduardo Krieger
Beneficiário:Luciene Cristina Gastalho Campos
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:01/00009-0 - Estudo integrado da hipertensão arterial: caracterização molecular e funcional do sistema cardiovascular, AP.TEM
Assunto(s):Enxerto vascular   Veia safena   Artérias   Proteoma   Hemodinâmica

Resumo

O sucesso do implante da ponte de safena depende em grande parte da adaptação do vaso ao regime arterial. Quando a veia safena é implantada no coração ela é submetida a uma condição hemodinâmica, onde o "shear stress" aumentado pode estar interferindo na função vascular. Quando uma veia é interposta em leito arterial, ocorre proliferação celular na parede do vaso, levando ao processo conhecido como arterialização do enxerto. Este processo adaptativo é fundamental para o vaso desempenhar a sua nova função, entretanto, um número significativo de enxertos sofre um processo excessivo de remodelação prejudicando ou inviabilizando totalmente a sua função. Este processo envolve a participação de diversas proteínas e o estudo de como elas participam conjuntamente é uma importante abordagem para entender as alterações fisiológicas e patológicas que ocorrem no enxerto vascular. Neste trabalho, será utilizado a tecnologia do proteoma para identificar as proteínas modificadas quando a safena é submetida ao regime arterial. Este estudo vem complementar um trabalho em andamento no Laboratório que utiliza o "cDNA microarray" para identificar genes importantes para esta resposta e que possam ser utilizados como novos alvos terapêuticos. Desta maneira, alterações pós-transcricionais que ocorrem na veia safena cultivada em regime hemodinâmico arterial serão identificadas e avaliadas em sistemas in vitro e in vivo já desenvolvidos no laboratório. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARAUNA, VALERIO G.; MAGALHAES, FLAVIO C.; CAMPOS, LUCIENE C. G.; REIS, ROSANA I.; KUNAPULI, SATYA P.; COSTA-NETO, CLAUDIO M.; MIYAKAWA, AYUMI A.; KRIEGER, JOSE E. Shear stress-induced Ang II AT1 receptor activation: G-protein dependent and independent mechanisms. Biochemical and Biophysical Research Communications, v. 434, n. 3, p. 647-652, MAY 10 2013. Citações Web of Science: 22.
BARAUNA, VALERIO GARRONE; GASTALHO CAMPOS, LUCIENE CRISTINA; MIYAKAWA, AYUMI AUREA; KRIEGER, JOSE EDUARDO. ACE as a Mechanosensor to Shear Stress Influences the Control of Its Own Regulation via Phosphorylation of Cytoplasmic Ser(1270). PLoS One, v. 6, n. 8 AUG 25 2011. Citações Web of Science: 16.
GASTALHO CAMPOS, LUCIENE CRISTINA; MIYAKAWA, AYUMI AUREA; BARAUNA, VALERIO GARRONE; CARDOSO, LEANDRO; BORIN, THAIZ FERRAZ; DE OLIVEIRA DALLAN, LUIS ALBERTO; KRIEGER, JOSE EDUARDO. Induction of CRP3/MLP expression during vein arterialization is dependent on stretch rather than shear stress. Cardiovascular Research, v. 83, n. 1, p. 140-147, July 2009. Citações Web of Science: 15.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.