Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos agudos do exercício sobre tecido adiposo de Ratos Wistar treinados e sedentários

Processo: 08/51544-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Fabio Bessa Lima
Beneficiário:André Ricardo Gomes de Proença
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Lipogênese   Tecido adiposo   Lipólise

Resumo

Existe uma forte relação entre inatividade física e a presença de fatores de risco cardiovascular como hipertensão arterial, resistência à insulina, diabetes, dislipidemia e obesidade. Sabe-se que a prática regular de exercícios físicos é recomendada na prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares, seus fatores de risco, e outras doenças crônicas. Há uma relação direta entre atividade física e sensibilidade à insulina. Uma única sessão de exercício físico melhora a sensibilidade à insulina, mas, o ganho proporcionado pelo treinamento regride após poucos dias de inatividade, ressaltando assim o papel agudo do exercício físico sobre a sensibilidade à insulina. Além de haver uma diminuição na insulinemia, o exercício é ainda responsável por alterações hormonais, como, por exemplo, elevação nas concentrações de catecolaminas, hormônio de crescimento (GH) e cortisol, assim como aumento na produção de Merleucina 6 (IL-6) e da atividade da cinase protéica ativada por AMP (AMPK). A partir da execução de uma sessão de exercício agudo por animais treinados e sedentários, será avaliada a evolução da responsividade à insulina, no período de recuperação; após exercício agudo. O perfil hormonal (insulina, leptina, GH, corticosterona e IL-6) e bioquímico (glicose e AGL) plasmático desses animais, bem como as características da adaptação metabólica dos tecidos adiposos brancos peri-epididimal (PE), retroperitoneal (RP) e subcutâneo (SC) (transporte de glicose, lipogênese e lipólise) serão determinados. Será avaliada a correlação entre fatores pró e antiinflamatórios com a resposta biológica do tecido adiposo branco (TAB) assim como os níveis de glicogênio hepático/muscular e a atividade da enzima glicogênio sintase. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PROENÇA, André Ricardo Gomes de. Efeitos de uma sessão aguda de exercício e do treinamento sobre a atividade metabólica de diferentes territórios adiposos de ratos wistar.. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.