Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do perfil de expressão gênica do Schistossoma mansoni na fase de esquistossômulo por microarrays de cDNA

Processo: 04/01686-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2004
Vigência (Término): 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Sergio Verjovski Almeida
Beneficiário:Katia Cristina Pereira Oliveira Santos
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Expressão gênica   Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos   Schistosoma mansoni   Perfilação da expressão gênica

Resumo

A esquistosomose é uma doença parasitária crônica e debilitante que acomete cerca de 200 milhões de pessoas no mundo. Nas Américas é causada pelo Schistosoma mansoni, onde um molusco do gênero Biomphalaria é seu hospedeiro intermediário e o homem seu hospedeiro definitivo. As relações parasita-hospedeiro ainda não são completamente compreendidas. O projeto Schistosoma mansoni EST Genome focou-se no seqüenciamento em larga escala de ESTs (Etiquetas de Sequencias Transcritas) onde foram gerados 163.586 ESTs. Utilizando o conjunto de dados gerados foi estimado que cerca de 92% dos 14000 genes previstos do S. mansoni tiveram fragmentos seqüenciados no projeto. Microarranjos de DNA (DNA microarrays) nos dão a possibilidade de monitoramento em larga escala da expressão gênica e identificação de genes-alvo para desenvolvimento de novas drogas e vacinas. Este projeto tem por objetivo principal estudar o perfil de expressão gênica de milhares de genes de S. mansoni ao longo da fase de transformação de cercárias a esquistossômulos, através do uso de microarrays de DNA simples fita. É justamente nesta fase de esquistossômulo que ocorrem as mudanças mais drásticas no desenvolvimento do parasita, sendo de vital importância conhecê-las para poder traçar novas estratégias moleculares de combate à doença. (AU)