Busca avançada
Ano de início
Entree

Vanguarda crítica no cinema dos anos 1960: figura e escrita de Paulo Emílio Salles Gomes na formação do cinema brasileiro moderno

Processo: 04/09661-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2004
Vigência (Término): 31 de março de 2008
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Cinema
Pesquisador responsável:Ismail Norberto Xavier
Beneficiário:Pedro Plaza Pinto
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cinema marginal   Cinema brasileiro   Cinema novo

Resumo

O objetivo principal deste projeto é estudar a relação da crítica de Paulo Emílio Salles Gomes com o Cinema Novo, com as ideologias desenvolvimentistas e com o Cinema Marginal. A relação tríptica permite entrever, nas contradições da vanguarda no cinema brasileiro dos anos 1960, os limites da ideologias desenvolvimentistas (ISEB, Partido Comunistas) pensadas antes do golpe militar e do AI-5. O intelectual oriundo da formação modernista das páginas da revista Clima (1941-44) foi determinante no processo de político de tomada de consciência para a ação eficaz no cinema brasileiro moderno. A escrita de Paulo Emílio será tratada na perspectiva destes momentos fortes do cinema brasileiro, iluminando contornos até então ignorados ou dispersos. Novas publicações e sínteses históricas permitem debater - a partir desta formação intelectual - o papel da constituição dos cineastas como um público moderno, consciente do papel das fitas do passado, empenhado em fazer valer um diálogo com a trajetória do cinema e disposto a criar um novo ciclo na cultura cinematográfica local em meados dos anos 1950. A ascendência do crítico sobre os jovens cinenovistas representa o primeiro momento de uma afirmação que encontraria um desdobramento lógico no forjamento da metáfora neo-colonial do subdesenvolvimento, contemporânea à emergência "marginal" do cinema brasileiro na época do milagre econômico. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PINTO, Pedro Plaza. Paulo Emilio e a emergência do cinema novo: débito, prudência e desajuste no diálogo com Glauber Rocha e David Neves. 2008. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Comunicações e Artes São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.