Busca avançada
Ano de início
Entree

Arquiteturas supramoleculares e nanodispositivos baseados em complexos mistos de polipiridilpoliazinas

Processo: 04/07160-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de novembro de 2004
Vigência (Término): 31 de outubro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Henrique Eisi Toma
Beneficiário:Vitor Hugo Soares de Melo
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/06560-8 - Desenvolvimento da química e dispositivos metal-orgânicos supramoleculares, AP.TEM
Assunto(s):Rutênio   Química supramolecular

Resumo

Sistemas supramoleculares desenvolvidos por estratégias de automontagem molecular são um dos ramos de maior interesse na atualidade ao desenvolvimento de microequipamentos e de materiais, em que se podem introduzir novas propriedades estruturais, eletrônicas, energéticas e cinéticas. Diversos compostos de coordenação são grandes candidatos para tais propósitos, assim como estratégias para suas combinações. Compostos de coordenação envolvendo rutênio e heterocromáticos nitrogenados têm atraído a atenção dos químicos supramoleculares pelas suas propriedades fotofísicas e fotoquímicas nas últimas décadas. Uma grande quantidade de combinações vem sido estudada ao desenvolvimento de processos catalíticos e também ao desenvolvimento de células solares. Além disto, o desenvolvimento de sistemas de automontagem envolvendo ligantes bi, tri ou polidentados, e metais de coordenação estão na vanguarda para a síntese de novos materiais, uma vez que tais sistemas apresentam interações tão fortes que a remoção do solvente não causa deformações em sua estrutura pós-síntese e ordenação. Neste projeto serão estudados os sistemas envolvendo rutênio e 3,6-bi-2-píridiM,2,4,5-tetrazina, bptz, envolvendo desde combinações simples entre metal e ligante a combinações com outros ligantes via substituição de ligantes ou reações químicas de derivatização, ambos capazes gerar propriedades fotoquímicas, fotofísicas ou reconhecimento molecular, além de sistemas para formação de pontes roto e peróxidos. (AU)